sábado, 20 de dezembro de 2014

Poeta


Da janela do meu quarto
não sobra sol de
tanto pingo

mas sobra poeta.
Poeta não se bronzeia e se,
não é poeta

Mas se na sombra
vegeta, veja só:
poeta