quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

entre um cochilo e outro

Para que as férias são melhores se não para poder dormir até mais tarde?

Ando tendo alguns problemas com meu sono há alguns meses. Um tempo atrás era um alarme (desses de casa) insuportável, que tocava várias vezes durante a noite e especialmente finais de semana. Passou-se um mês assim, esse alarme atormentando minha vida. Me diz. Se um alarme tem como função alertar sobre um possível roubo, etc..mas se este aciona por qualquer motivo, sua função será realizada??? Bom, nesse caso não. Muito porque o alrme só era desligado 40 minutos depois ou mais. Se algum ladrão quisesse arrombar o lugar, já o tinha feito e se os donos realmente se importassem, já teriam arrumado o problema.
Quando eu estava prestes a tomar uma medida drástica (n sei qual seria mas eu realmente estava nervosinha), o alrme parou. Ufa! Penso.."terei minhas noites de sono novamente".

Não, me enganei. Snif.

Já fazia algum tempo que alguns bares ao redor tocavam musicas ao vivo no meio da semana, oq nunca me encomodou de fato, afinal, para mim, dormir ouvindo um jazz vindo do Vinil é do meu agrado. Porém, infelizmente, o jazz passou, e as unicas músicas que ouço nas madrugadas agora são a la Victor e Leo e Cia. Quem me conhece sabe q n tenho nada (muito) contra musica sertaneja e que sou fã de Chitãozinho e Xororó (segredo), mas dormir com um cara gritando feito locutor de rodeio não é do meu agrado.

Vou levando.

Chegam as férias. Adoro madrugadas, boas para assistir filmes e ótimas para minhas inspirações. (obs: a maioria dos posts q faço aqui foram feitos depois da meia noite) O único problema é acordar tarde no dia seguinte.
Aqui onde moro é umas das avenidas mais movimentadas da cidade e, levando em conta que moro (praticamente) em cima de um estabelecimento comercial, posso dizer que desde q me mudei pra cá, meus hábitos sofreram modificações. Tive que adaptar meu sono aos barulhos de carros, sirenes de ambulancias, caminhoes de entrega, entre um vizinho e outro q adora compartilhar suas musicas com a vizinhança. Infelizmente um dos jeitos mais simples de poder dormir tranquila foi ir me deitar mais cedo para assim acordar mais cedo antes q o alvoroço do dia começasse.

Problema resolvido? Não!! snif²

Há algumas semanas minha vizinha resolveu trocar seus gatos (sempre tarados e no cio) por um, dois, sei lá quantos cachorros!!! Faz um semana que não consigo dormir, esse projeto de cão late a noite inteira e o dono parece simplesmente ignorar. Nesses momentos me baixa um espírito Flora e a vontade era de...era de...

Alguem tem alguma ajuda pra me dar? Qualquer coisa seria válida. [desespero]

Nesses momentos lembro de algumas aulas de Urbanismo que tive. Lembro de Jane Jacobs, uma jornalista que escreveu um livro criticando arquitetos e urbanistas modernos, colocando-os como responsáveis pela "morte" de vários centros urbanos. Partindo de q "as rus precisam ter olhos", a jornalista diz que, entre outras, a solução seria mesclar comércio, serviços e residencia em vários pontos principais dos EUA, garantindo seu movimento constante.
Bom, admiro muito seu trabalho e a critica que faz. Porém, parto do principio que a arquitetura não é determinista, não pode e nunca poderá solucionar os problemas socias da cidade. Temos sim nosso papel, como todos em suas determinadas profissões, mas pensar em morar meio ao centro de uberlandia, já com os problemas que tenho aqui e pensando q estes tenderiam a piorar, questiono: Será q Jacobs também moraria? [vou encerrar o assunto por aqui pq este se estenderia demais se o prolongasse, fica pras conversas de barzinho]

Ahhh, só qria algumas noites de sono calmo.

paulinha tavares [bocejando].

Um comentário:

  1. huahuauhauhauhahuahuahuauhahuauh....
    a coisa tah feia hein????

    ResponderExcluir