sábado, 30 de dezembro de 2006

Descomplique-se


Quem nunca se sentiu como esse excêctrico rapaz? Querer tocar mas não poder por medo de machucar o que vai ser tocado. Então o machucamos pois nosso coração se torna inquieto demais para dar valor a razão. A culpa, a dor, a reflexão, o ódio, pq não odiar a si mesmo?

Hoje me sinto como Edward, e hoje vc se sente como Edward...e Grace já se sentiu como Edward. Entre "a casa é sua", seu jeito de falar, seu jeito de andar, seu jeito de vestir, que legal, que diferente.
Saia, "cansei de você", quem mais poderia ter feito algo tão errado.

cucarachas somos todos nós enganados pelo amor enexistente, insípido, inodoro, irreal.

O amor é complicado demais para ser dado à um ser humano.

Não seja um ser humano.

Descomplique-se.

terça-feira, 19 de dezembro de 2006

Other Side of the World - KT Tunstall


Musica dos ultimos tempos...

^-

Over the sea and far away
She's waiting like an iceberg
Waiting to change
But she's cold inside
She wants to be like the water

All the muscles tighten in her face
Buries her soul in one embrace
They're one and the same
Just like water

The fire fades away
Most of everyday
Is full of tired excuses
But it's too hard to say
I wish it were simple
But we give up easily
You're close enough to see that
You're the other side of the world to me

On comes the panic light
Holding on with fingers and feelings alike
But the time has come
To move along

The fire fades away
Most of everyday
Is full of tired excuses
But it's too hard to say
I wish it were simple
But we give up easily
You're close enough to see that
You're the other side of the world

Can you help me
Can you let me go
And can you still love me
When you can't see me anymore

And the fire fades away
Most of everyday
Is full of tired excuses
But it's too hard to say
I wish it were simple
But we give up easily
You're close enough to see that
You're the other side of the world

Oh, the other side of the world
You're the other side of the world to me


[ I won't forget...]

O Fabuloso Destino de Amelie Poulain (França-2002) *****


sinopse: Uma jovem que veio do subúrbio se muda para a cidade de Paris, onde após devolver um objeto encontrado ao seu antigo dono resolve ajudar as pessoas que a cercam através de pequenos gestos. Dirigido por Jean-Pierre Jeunet (Alien - A Ressurreição), com Audrey Tautou (Amélie Poulain)e Mathieu Kassovitz (Nino Quincampoix). Recebeu 5 indicações ao Oscar.


sem palavras.


****todas as estrelas do céu *****

O Labirinto do Fauno (Espanha-2006) ****


sinopse: Uma garota e sua mãe se mudam para uma região da Espanha onde ainda há combates da Guerra Civil. No jardim da mansão em que mora a garota encontra um labirinto, que a leva a um mundo de fantasia. Dirigido por Guillermo del Toro (Hellboy) e com Sergi López, Federico Luppi e Maribel Verdú no elenco.

Outra mistura realidade_fantasia. Um filme que se torna belo ao mostrar a inocência infantil num país em plena guerra. O filme já vale só pela interpretação de Ivana Baquero(Ofelia)... Give her un Oscar!


Assim como o filme "A Vila" foi massacrada pelas críticas por seu trailer incoerente, esse filme passa pelo mesmo problema. Porém seu trailer horripilante à la "Jogos Mortais" não empedem a compreenção do filme. Aliás, empede um pouquinho. Malditos editores de trailers! Por isso e as 4 estrelas.

O grande Truque (The Prestige-20006) *****


O grande Truque (The Prestige) *****

Sinopse:
A apresentação de uma mágica revolucionária faz com que outro mágico, que é seu rival há anos, busque meios de descobrir como ela acontece. Dirigido por Christopher Nolan (Amnésia) e com Hugh Jackman, Christian Bale, Michael Caine, Scarlett Johansson, David Bowie e Piper Perabo no elenco.

Fala sério! O filme te instiga a cada minuto e no final ainda dá uma reviravolta que te faz querer ver o filme todo dinovo!
Se vc não gosta da mistura realidade-fantasia, indico um filme menos "pensativo", que tal um da Linsdey Lohan?

"Não vale a pena procurar a explicação dos fatos, assim como é inútil procurar a explicação para os grandes truques."

domingo, 13 de agosto de 2006

A Marcha dos Pinguins_2005 (França)


Direção: Luc Jacquet
Roteiro: Michel Fessler, baseado em roteiro de Luc Jacquet
Charles Berling (Narrador)
Romane Bohringer (Narrador)
Jules Sitruk (Narrador)
Morgan Freeman (Narrador - versão americana)


A Marcha dos Pinguins é um documentário Francês digamos assim, Excêntrico! O diretor Luc Jacquet conta a jornada do Pinguim Imperador durante todo o seu ciclo de vida, porém de forma fictícia. A história é narrada em 1ª pessoa por 3 vozes: a do Pinguim Macho e a do Pinguim fêmea, os quais , contam uma história que de tão linda e real nos enchem os olhos! Durante todo o filme e de ficar-se maravilhado pensando em como a produção do filme conseguiu captar imagens tão peculiares, tão lindas....e ao mesmo tempo que nos tocam tanto! A fotografia é impecável, pondo-nos em dúvida várias vezes se as imagens seriam ou não computadorizadas. E a resposta é não. É por isso que o making off do filme se torna ainda mais interessante. Recomendo que assistam o filme e que o branco do gelo seja tão mais lindo e poético pra vcs quanto foi pra mim! A dublagem tb ficou muito boa, nas vozes de Patrícia Pillar e Antônio Fagundes !
Ganhador do Oscar de 2005 como melhor Documentário e com uma trilha encantadora tb indicada a muitos prêmeos. Este é um filme que vale apena assistir! Uma mistura de Discovery Channel com HBO! rsrs Dou 4 estrelas pq pode ser q as vezes o filme se torne monótono...mas nunca desinteressante!

**** estrelas

domingo, 23 de julho de 2006

Piratas do Caribe: O Baú da Morte - 2006



Dirigido por Gore Verbinski. Com: Johnny Depp, Orlando Bloom, Keira Knightley, Bill Nighy, Stellan Skarsgård, Jonathan Pryce, Jack Davenport, Kevin McNally, Tom Hollander, Naomie Harris, Mackenzie Crook, Lee Arenberg.

Sinopse
Elizabeth Swann (Keira Knightley), a filha do governador Weatherby (Jonathan Pryce), está prestes a se casar com o ferreiro Will Turner (Orlando Bloom). Porém o evento é atrapalhado pela ameaça de Davy Jones (Bill Nighy), o capitão do assombrado navio Flying Dutchman, que tem uma dívida de sangue com o capitão Jack Sparrow (Johnny Depp), amigo do casal. Temendo ser amaldiçoado a uma vida após a morte como escravo de Jones, Sparrow precisa encontrar o misterioso baú da morte para escapar da ameaça.


Depp ! Depp ! Depp !
Este é o nome da comunidade de acabei de entrar no orkut!
O que sempre me encantou em Johnny Depp foi sua capacidade de interpretar peresonagens excentricos e com um ar de caricaturas. Vide Edward Mãos de Tesoura e o maravilhoso Willy Wonka em A Fantástica Fábrica de Chocolates. E ele ainda tem a aldácia de nos surprrender em dramas como Em busca da Terrda do Nunca! Um ator, digamos assim, COMPLETO! É uma pena que somente depois de Piratas do Caribe: A Maldição do Pérola Negra e Em Busca da Terra d Nunca, que seu talento passou a ser reconhecido pelos grandes prêmeos do cinema. Mas também, se sua interpretação fabulosa do Capitão Jack Sparrow fosse passada em branco....por favor, Para Tudo, eu quero descer!
O capitão Jack Sparrow é um sujeitinho, sujo, bêbado, egoísta e quase NUNCA confiável! Ele representa o típico sujeito valentão, mas que não resiste quando o assunto é amizade e amor! E talvez seja por isso que ele é tão adorado! As cenas do longa (em particular a que Jack está prestes a ser devorado por uma tribo canibal) nos sufocam de tantos risos, afinal de onde vem a tamanha criatividade dessas cenas??? preciso conhecer essa mente! O filme nos surpreende a cada minuto, quando vc pensa "acabou ...eles não têm mais nada o que inventar..." Pimba!!! Vc cai na risada de novo!
Porém o filme não é uma comédia forçada e passa longe de ser monótono! O roteiro fantático de Ted Elliott e Terry Rossio não coloca o adorável capitão como centro das atenções e distribui a importância de cada personagem ao longo do filme, passando pelo casal apaixonado até os atrapalhados marinheiros do Pérola Negra. Fazendo com que tenhamos momentos de aventuras, dramas, risos e até sustos! Falando nisso, devo dizer também que foi ótimo o drama que o diretor Gore Verbinski
criou entre Will Turner (Orlando Bloom) e seu pai, Bill Turner, que deixou o filho para seguir a vida como pirata e agora se encontra amaldiçoado pelo temível Davy Jones e seu navio assombrado, o Flying Dutchman. Essas e outras situações deram certo equilíbrio ao filme, como o romance inusitado surgido entre Jack e Elizabeth (que eu particularmente adorei!), e o arrependimento dessa ultima ao traí-lo.

Bom, devo mensionar também os incríveis efeitos especiais colocados principalmente no navio Fantasma, o Flying Dutchman! Realmente é de encher os olhos ver toda aquela tripulação fantasma, cada um com uma caraterísta, que ao nossos olhos parecem realmente existir! Com certeza toda a equipe de Efeitos especiais, Fotografia e Figurino merecem uma indicação ao oscar, e provavelmente irão ter.

Por fim, agora é só esperar o 3º filme, que ja foi gravado e deixou muitas expectativas pelo 2º, afinal:
O que aconteceu com o Capitão Jack Sparrow?
Will Turner e Elizabeth Swann vão continuar juntos?
O que sente Elizabeth por Jack?

Ai..., tenho muito mais o que falar, mas isso daqui ja ta ficando grande! Então, até Piratas do Caribe 3!!!

Obs: Depois dos créditos finais existi uma cena curtinha e engraçadinha, eu não vi, mas quem ver, me conta!

***** estrelas
.
.
.

domingo, 16 de julho de 2006

A Verdadeira Excelência do Amor...

I Coríntios 13

Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que retine.
E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência,
e ainda que tivesse toda fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.
E ainda que distribuísse todos os meus bens para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.
O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso;
o amor não se vangloria, não se ensoberbece,não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal;
não se regozija com a injustiça, mas se regozija com a verdade;
tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
O amor jamais acaba;
mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;
porque, em parte conhecemos, e em parte profetizamos;
mas, quando vier o que é perfeito, então o que é em parte será aniquilado.


--------

Vãs filosofias sobre o Amor. Afinal porque ele é tão falado, tão requisitado, tão indispensável, tão atordoado, tão contraditório, tão aguardado, tão rejeitado.
Amor é diferente de Paixão e desses dois surgem inúmeras ramificações de sentimentos indescritíveis. A passagem de I Coríntios 13, da Bíblia, fala sobre o Amor Excelente, o amor ideal, o amor que deveria ser buscado para unir nações, para aceitar povos, para juntar culturas, para ser compartilhado.

“13 – 8 O amor jamais acaba; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;”

Tamanho o poder do Amor, se existisse um “pozinho” que fosse capaz de destruir toda muralha, tudo que separa o ser humano, este se chamaria Amor.

“13 - 10 mas, quando vier o que é perfeito, então o que é em parte será aniquilado.”

Nada é perfeito, o ser humano é detalhista em sua individualidade, Amar é analisar as “partes”, as peculiaridades, e dessas partes separar a que mais gostamos e a que, talvez não nos interesse, a que nos incomode. E dessas devemos “profetizar”....

“13 - 9 porque, em parte conhecemos, e em parte profetizamos;”

....isso é, não se incomodar, desejar, colocar num futuro, otimizar. Porque o perfeito não existe e se existir, quando existir, não haverá partes, não haverá diferenças, o perfeito é único. E enquanto houver o Imperfeito, existirá o Amor, e no dia que o Imperfeito acabar, eis que, então, Amor se chamará Família.



(expressão totalmente pessoal)
paulinha tavares

domingo, 9 de julho de 2006

Eu vim entregar o pedido...


"someone is there, waiting for my song
i´m only looking for someone who sings along
when all my dreams, finally reach yours
we will uprise and maybe find our true love
we will uprise and maybe find our true love"


**** estrelas (uahuahauhau)

Beijos e Tiros (Kiss Kiss Bang Bang) - EUA


Elenco: Robert Downey Jr., Val Kilmer, Michelle Monaghan, Corbin Bernsen.
Direção: Shane Black
Sinopse: Um ladrão (ROBERT DOWNEY JR.) é levado a Los Angeles para um teste incomum e se vê em meio a uma investigação de assassinato, juntamente com a garota dos seus sonhos da escola (MICHELLE MONAGHAN) e um detetive (VAL KILMER) que o vem treinando para o papel que terá de desempenhar.


Quando encontramos uma comédia assim, sem exageros, apelações, e piadas batidas, não podemos deixar passar!
Beijos e Tiros é um filme que busca fazer comédia de outras formas, já que o gênero anda meio decaído, emfim ninguem aguenta mais ver o Jim Carrey fazendi caretas! Digamos que o gênero do fime é um "Humor Negro"" (suspeita pra falar ja que adoro o genero). Aceito por alguns, criticado por outros, o filme consegue nos tirar gargalhadas de coisas que normalmente não iríamos rir na vida real, mas que se olhássemos bem, essas situações são SIM, muito engraçadas!
Filme Apelativo??? Acho que não, o diretor de Beijos e Tiros exagera sim em muitas partes (afinal é humor!) mas consegue colocar tecnica, credibilidade e criatividade quando põe o ator principal do filme a narra-lo em OFF, criticando algums vezes o próprio. Metalinguagem Fantástica!
Tudo bem que que vai chegando no final e o filme vai se tornando cansativo, uma vez que o dinamismo e o desenrolar dos fatos nos deixam ofegantes, mas depois dos créditos finais, com certeza, da vontade de chamar todos seus amigos e ver tudo de novo!

***** estrelas

domingo, 4 de junho de 2006

Sr. e Sra. Smith ( Mr. and Mrs. Smith) 2005



Dirigido por Doug Liman. Com: Brad Pitt, Angelina Jolie, Vince Vaughn, Kerry Washington, Adam Brody, Keith David, Michelle Monaghan, William Fichtner (voz).

Posso dizer, com toda a certeza(quase toda..haha)que se esse filme fosse protagonizado por outra dupla menos simpatica e bela, se não Brad Pitt e Angelina Joli, o filme seria O FRACASSO! hehehe
Durante o filme eu dei "Pause" no dvd umas 5 vezes! Tamanha era o interesse que o filme estava me proporcionando (ironica).
Tirando a história absurda de 2 empresas rivais (rivais!!!! pq rivais???)de Matadores de Aluguel, a trama até que se sairia bem se as questões como a diferença dos sexos num casamento fosse colocada com maior destaque. São nessas situações que o filme não se perde por completo, há momentos hilários! Um deles é quando, sem querer, a Sra. Smith acerta uma faca na cocha do marido!!! hahaha e ainda pede desculpas! "ops" O ruim foi ele ter saido correndo, logo depois, como se nada tivesse acontecido! Quem sabe ele tb seja um X-Man!!!
No mais, a dupla Brad Pitt e Angelina Joli se dá muito bem!!! Pena que o diretor acreditou d+ na beleza dos atores, fazendo com que o filme só fique interessante qndo Anegelina e Brad Pitt travam uma luta apenas (apenas!) de camisa....hahaha

e VIVA os Biceps do Brad Pitt!!!!

*** estrelas

quinta-feira, 1 de junho de 2006

X-Men III: O Confronto Final ( X-Men: The Last Stand ) 2006


Assisti Ontem!!! e GOSTEI GOSTEI GOSTEI!

Afinal, porque em todo filme, os "Romances" têm que dar certo se na realidade nem sempre dão??? Em todas as guerras, alguém sempre teve que morrer para que outra(s) pudesse viver, e a morte de super-herois nunca foi tão aceita assim!
Os Roteiristas Zak Penn e Simon Kinberg realmente acertaram nesse 3º episódio....colocando "realidade" em um filme que parecia ser totalmente "fantástico". Bom, as discussões nunca param por ae, o preconceito e a aceitação sempre existiram nos 3 filmes, mas gostei que nesse 3º o assunto "necessidade de aceitação" passou a ter um outro lado, não o pejorativo, ( "Vc nasceu assim, é assim q deve ser") mas o de compreender que ser diferente não inclui apenas em "ser aceito pela sociedade", mas sim lutar para que vc mesmo consiga viver com a sua "diferença". Mas a dor as vezes é insuportavel d+. Foi essa compreenção que não nos fez julgar Vampira quando ela decidiu se curar!

Assitam e me falem se vcs concordam comigo ok???

OBS: Tem uma cena importante no final do filme, depois dos creditos finais!!! Esperem sentadinhos no cinema!

***** estrelas

quarta-feira, 31 de maio de 2006

Carla Bruni - Quelqu'un M'a Dit

Carla Bruni - Quelqu'un M'a Dit



On me dit que nos vies ne valent pas grand-chose,
Elles passent en un instant comme fanent les roses,
On me dit que le temps qui glisse est un salaud,
Que de nos chagrins il s'en fait des manteaux.

Pourtant quelqu'un m'a dit que tu m'aimais encore,
C'est quelqu'un qui m'a dit que tu m'aimais encore,
Serais ce possible alors ? (refrain)

On me dit que le destin se moque bien de nous,
Qu'il ne nous donne rien, et qu'il nous promet tout,
Paraît que le bonheur est à portée de main,
Alors on tend la main et on se retrouve fou.

Pourtant quelqu'un m'a dit...

Mais qui est-ce qui m'a dit que toujours tu m'aimais?

Je ne me souviens plus, c'était tard dans la nuit,
J'entends encore la voix, mais je ne vois plus les
traits, "Il vous aime, c'est secret, ne lui dites pas
que je vous l'ai dit."

Tu vois, quelqu'un m'a dit que tu m'aimais encore,
Me l'a t'on vraiment dit que tu m'aimais encore,
Serait-ce possible alors ?

On me dit que nos vies ne valent pas grand-chose,
Elles passent en un instant comme fanent les roses,
On me dit que le temps qui glisse est un salaud,
Et que de nos tristesses il s'en fait des manteaux.

Pourtant quelqu'un m'a dit...